A ACCIONA | SAINZ XE Team ganha seu primeiro pódio do Extreme E na Groenlândia

COMPARTILHAR

01/09/2021

A ACCIONA | SAINZ XE Team termina o Arctic X Prix em terceiro lugar, somando 25 pontos e vai para o quinto lugar na classificação geral (61 pontos)

A equipe ACCIONA | SAINZ XE Team terminou em terceiro lugar no Arctic X Prix da Groenlândia após disputar sua primeira final do Extreme E, o campeonato sustentável de veículos elétricos off-road que luta para tornar visíveis as ameaças das mudanças climáticas em cinco ecossistemas em perigo de extinção em todo o mundo.

A equipe espanhola subiu ao pódio pela primeira vez e garante seu melhor X Prix de todos os três disputados, o que representa 25 pontos a mais para o campeonato. O resultado permitiu à equipe subir para a quinta posição, com um total de 61 pontos. Somente as equipes Andretti United e JBXE se superaram na corrida.

A final iniciou com uma vitória da equipe ACCIONA | SAINZ XE Team no Grid Play, o voto popular que concede a preferência na escolha das posições de largada. Carlos e Laia foram para a fileira central.

Laia Sanz conservou a integridade do Odyssey 21 e Carlos Sainz empreendeu uma virada na segunda volta que resultou na recuperação de duas posições, para passar da quinta para a terceira.

ESPORTE COM CONSCIÊNCIA

O Arctic X Prix, uma das corridas mais esperadas da série, não decepcionou e ofereceu aos espectadores, além da emoção da competição, um reflexo do derretimento das geleiras como consequência do aquecimento global.

As nove equipes, com seus veículos all-terrain 100% elétricos Odyssey 21, abastecidos por sistemas de hidrogênio verde, se reuniram na região de Kangerlussuaq (Groenlândia) ao longo da geleira de Russell, uma zona que há décadas estava coberta por pergelissolo.

A ACCIONA participa desta transição sustentável do automobilismo com a equipe ACCIONA | SAINZ XE Team, com o objetivo de aumentar o compromisso social na luta contra as mudanças climáticas, fomentar a mobilidade sustentável e a igualdade de gênero por meio do esporte.

O Extreme E e a ACCIONA também contribuem para dar visibilidade aos efeitos catastróficos do aquecimento global, a pegada ambiental em diversos ecossistemas ameaçados e a necessidade de acelerar a transição para uma economia de baixo carbono.

Para este Arctic X Prix, a competição participou de diversas atividades de conscientização ambiental com o amparo de um comitê científico especializado. O Extreme E e suas equipes promoveram o programa NAKUUSA da UNICEF, que apoia os direitos das crianças na Groenlândia, por meio da criação de conselhos infantis que ajudarão a amplificar suas vozes.

FASE FINAL

A ACCIONA | SAINZ XE Team seguirá seu caminho no Island X Prix na Sardenha (23 e 24 de outubro), a penúltima corrida que compõe a primeira edição do Extreme E.

A competição chegará à ilha italiana para sensibilizar a respeito do impacto gerado pelos cada vez mais frequentes incêndios nos ecossistemas mediterrâneos.

A organização ainda não revelou o último destino, onde ocorrerá a decisão do campeonato, após ser obrigada a modificar o calendário na fase da América Latina em razão da Covid-19.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

ARTIGOS RELACIONADOS