A EQUIPE ACCIONA | SAINZ XE CONQUISTA O SEGUNDO LUGAR NO DESERTO DO ATACAMA

COMPARTILHAR

27/09/2022

O ambiente ao redor da corrida tem demonstrado o impacto da indústria de mineração e a necessidade de acelerar em direção à sustentabilidade na utilização de recursos minerais

A EQUIPE ACCIONA | SAINZ XE conquista o segundo lugar no pódio do Copper X Prix, a prova da Extreme E que aconteceu no deserto do Atacama (Chile). Desta forma, a equipe da ACCIONA entrega o seu melhor resultado nas duas temporadas do primeiro campeonato de automobilismo concebido para aumentar a conscientização sobre a crise climática.

A equipe liderada por Carlos Sainz e Laia Sanz completou um fim de semana com um alto nível competitivo, tornando-se a equipe mais rápida durante o treinamento e em uma das classificações. Sua posição para a rodada final fez dela a única equipe a ter chegado na fase definitiva das quatro corridas disputadas até agora.

Na final, por ser a equipe mais votada pelos fãs, pôde escolher o local da largada e, apesar de ter sofrido um forte impacto em uma das rodas traseiras, se manteve na luta pelo pódio. Várias penalidades aplicadas contra os seus rivais por deixarem o percurso ajudaram a EQUIPE ACCIONA | SAINZ XE a conquistar o segundo lugar.

Com esse segundo pódio na história da Extreme E (o primeiro foi alcançado na prova da Groenlândia na temporada inaugural), a equipe da ACCIONA agora tem 60 pontos e ocupa o terceiro lugar na classificação geral. A dupla da ACCIONA está apenas oito pontos atrás da líder do Campeonato de Pilotos, com apenas uma prova a ser disputada.

CORRIDA DAS MUDANÇAS

A Extreme E e a ACCIONA contribuem para dar visibilidade aos efeitos catastróficos das mudanças climáticas, à pegada ambiental em diversos ecossistemas ameaçados e à necessidade de acelerar a transição para uma economia de baixo carbono.

Neste sentido, o Copper X Prix realizado no coração do deserto do Atacama serviu para aproximar os espectadores da realidade do impacto da indústria de mineração no ambiente natural. Localizado perto de três das maiores minas de cobre do mundo, ele tem procurado conscientizar sobre a urgência da transição sustentável da indústria e do uso responsável dos recursos minerais, crucial no desenvolvimento do carro elétrico.

A prova serviu também como uma demonstração das capacidades da mobilidade elétrica em competições de alto nível. A Odyssey 21, o 4 x 4 oficial do campeonato, não sofreu a perda de potência devido à altitude (mais de 2.200 metros) que afetaria um veículo com motor de combustão com as mesmas configurações.

FIM DA TEMPORADA

A última rodada da segunda temporada da Extreme E será realizada em Punta del Este, no Uruguai. O Energy X Prix servirá para definir a classificação final do campeonato e ocorrerá em 26 e 27 de novembro.

Além disso, a rodada final apresentará uma novidade no campeonato, pois será a primeira corrida onde o público poderá assistir e acompanhar a ação ao vivo.

ARTIGOS RELACIONADOS

ARTIGOS RELACIONADOS