Etapa 5

right icon ENERGY X PRIX
Punta del Este – Uruguay 26-27 de novembro
mapa etapa

Os ecossistemas marinhos são vitais para o futuro de todas as espécies da Terra. Os oceanos são o maior pulmão planetário e abrigam milhões de espécies que viabilizam a prosperidade humana. As mudanças climáticas são um desafio para a preservação marinha e exigem a implantação de tecnologias limpas e eficientes que ajudem a atenuá-lo.

A etapa final da segunda temporada do Extreme E, Energy X Prix, acontecerá na cidade uruguaia de Punta del Este, um enclave na costa atlântica caracterizado pela abundância de recursos naturais que contribuem para atividades como o turismo e a pesca.

A inevitável relação do Uruguai com o mar, assim como com a produção agrícola, exige que analisemos a mudança climática e seus efeitos com a determinação de agir o mais rápido possível. Como o Extreme E salienta, "O Uruguai é vulnerável a diversos riscos climáticos, entre eles, secas, inundações, altas temperaturas, ondas de calor e tempestades".

A inevitável relação do Uruguai com o mar, assim como com a produção agrícola, exige que analisemos a mudança climática e seus efeitos com a determinação de agir o mais rápido possível. Como o Extreme E salienta, "O Uruguai é vulnerável a diversos riscos climáticos, entre eles, secas, inundações, altas temperaturas, ondas de calor e tempestades".

Por esse motivo, o último grande prêmio do ano procura despertar a consciência a respeito da importância de promover medidas de proteção marinha, o desenvolvimento de energias renováveis e a extensão da eletrificação.

Por esse motivo, o último grande prêmio do ano procura despertar a consciência a respeito da importância de promover medidas de proteção marinha, o desenvolvimento de energias renováveis e a extensão da eletrificação.

DESAFIO

A crise climática é um fenômeno global que requer, entre muitas outras medidas, o desenvolvimento de tecnologias renováveis para deslocar os combustíveis fósseis, projetos para eliminar plásticos e microplásticos, formas mais sustentáveis de pesca e turismo e uma relação mais saudável entre os seres humanos e os oceanos para que possa haver futuro. Como relata a organização do Extreme E, as águas atlânticas que banham o Uruguai formam "um dos sistemas aquáticos mais produtivos do mundo, um habitat natural e uma rota migratória para baleias, golfinhos, focas, leões marinhos, peixes e aves marinhas, incluindo espécies vulneráveis ameaçadas e criticamente ameaçadas". Eles também abrigam recifes de coral e outros ecossistemas que fornecem habitat para espécies como tubarões, douradas e lulas.

SOLUÇÕES

  • A ser comunicado pela organização

NOTÍCIAS PARA TER EM MENTE

NOTÍCIAS PARA TER EM MENTE

close icon